Texto alternativo


Normose

A patologia da normalidade



"Deus me livre de ser normal!"


Essa frase não é minha, é do Prof Hermógenes.


A patologia da normalidade se dá quando amputamos partes de quem realmente somos para podermos nos encaixar.

Quantas vezes você já sentiu uma coisa, mas fez ou disse outra?

Porque era o que esperavam de você, ou porque era o 'certo' a fazer, ou porque não queria se sentir julgada?


Assim eu e você e todes nós já nos sentimos menos do que somos.
Porque realmente deixamos um pouquinho de nós.


Eu convido você a ser toda a esquisitice que você realmente é.
Uma pessoa única, diferente de todas as outras... como a Natureza fez você.



Mas a normalidade que vivemos é ainda mais profunda e abrangente.

Ela nos traz enganos para além da vida pessoal.

Será que a guerra é uma coisa que deveria ser tratada com normalidade? Pessoas saindo para matar pessoas que elas nem conhecem?

Será que a razão como uma capacidade primária e a emoção como secundária ou inferior... será isso normal? Quantas decisões frias e superficiais são tomadas assim?

Quando será que se normalizou a estupidez de poluir a água que bebemos? E o ar que respiramos?


"A normose é uma grande prisão da qual só escapam aqueles que desejarem"
- Roberto Crema.



É um perigo ser normal. :P

Desejo que você seja esquisita como só você pode ser. E que se sinta plena.

Feliz.

Brilhando!

I'm an image

Leticia Momesso

© 2010 - 2021 (há 11 anos conectando pessoas e a natureza)

Texto alternativo

 contato (DIGA OI :)
[nota: nós usamos cookies. saiba mais aqui]
Peperômia Urbana e FadaQuântica são criadas com coração pela Leticia Momesso

FacebookInstagramYouTube